Você sabe de que forma o frio afeta os ímãs?

Cuidados na manipulação de ímãs de neodímio
ATENÇÃO: cuidados na manipulação de ímãs de neodímio
17 de janeiro de 2022
quais são as substâncias magnéticas mais comuns?
Saiba o que são e quais são as substâncias magnéticas mais comuns
15 de março de 2022
Mostrar todos

Você sabe de que forma o frio afeta os ímãs?

como o frio afeta o imã?

Você já deve saber que os ímãs têm a capacidade de atrair elementos metálicos, pois a movimentação de cargas elétricas nos ímãs gera um campo magnético. O magnetismo ocorre quando os polos magnéticos estão alinhados na mesma direção. 

contamos aqui que uma forma comum e provavelmente mais eficiente de desmagnetizar um ímã é o aquecendo. Cada material tem uma temperatura ou ponto Curie, que é o valor de temperatura que faz com que as propriedades ferromagnéticas se percam. Por exemplo, o ponto Curie do ferro é de 770°C, enquanto do Níquel é 354°C. O aquecimento das moléculas faz com que elas se movam, desalinhando-as. 

Mas o interessante é quando colocamos o ímã sob o efeito de baixas temperaturas. Neste caso, o magnetismo aumentará, uma vez que as moléculas no seu interior possuem energia cinética inferior, ou seja, se movimentam mais lentamente, facilitando que as partículas se alinhem. As baixas temperaturas fortalecem o ímã, pois aumentam suas propriedades magnéticas e força de atração. 

No caso dos super ímãs de neodímio, considerados os ímãs mais modernos do mundo, formados por uma liga metálica especial composta por Neodímio (Nd), Ferro (Fe) e Boro (B), que os tornam com alto potencial de armazenamento de energia magnética, suas propriedades se mantém em até -130°C, já os ímãs de ferrite, também permanentes, perdem a sua força com -60°C. 

Os eletroímãs, que dependem de energia elétrica para gerar um campo magnético, também ficam mais fortalecidos quando expostos a temperaturas mais frias, já que o frio diminui a resistência do fio, aumentando sua corrente. Os átomos que se encontram nos ímãs têm uma vibração mais pausada e mais ordenada em baixas temperaturas, gerando um campo magnético e uma força superiores. 

À medida que a temperatura do ambiente onde o ímã está diminui, a densidade de fluxo magnético que permanece é maior. Esse fluxo é uma medida do campo magnético total que atravessa uma área específica. Por outro lado, a resistência à desmagnetização pode aumentar, duplicando ou triplicando o seu valor. O campo pode levar à saturação magnética do ímã, ou seja, o estado não pode aumentar a magnetização do material adicionalmente, de modo que a indução magnética (ou densidade de fluxo) limita-se. 

Os ímãs que suportam temperaturas baixas são conhecidos como supercondutores. Eles transferem a corrente elétrica mantendo a energia na sua totalidade. Esta grande condutividade costuma ser aplicada em aparelhos de ressonância magnética, por exemplo. 

Tesla Ímãs
A Tesla Ímãs é uma das principais distribuidoras desse produto no Brasil. Ao comprar ímãs de neodímio com a empresa, você terá a certeza de adquirir um produto de qualidade, com um preço bastante competitivo e com prazos de entrega confiáveis
× Enviar WhatsApp