Transporte de alta velocidade com tubo de imãs

Frete China - Brasil Dispara, Deixando Importados mais Caros
O Frete China-Brasil dispara e encarece produtos importados
18 de janeiro de 2021
Mostrar todos

Transporte de alta velocidade com tubo de imãs

Trem flutuante de alta velocidade com imã de neodimio

Nos artigos anteriores, mencionamos as mais diversas funcionalidades dos ímãs de neodímio. Eles estão presentes em diversos objetos do nosso dia a dia, como geradores, motores, joias, dentaduras, fechaduras de portas, suportes para livros, entre outros. Recentemente, a Apple também deu destaque para sua nova tecnologia baseada em conjunto de ímãs, a MagSafe, no lançamento da nova linha do iPhone 12.

Outra funcionalidade dos ímãs de neodímio promete revolucionar a indústria de transportes, tanto aéreo, quanto rodoviário. Estamos falando do que é conhecido como trem flutuante, que na verdade é uma cápsula de alta velocidade que circula dentro de um tubo à vácuo e é levitada por ímãs de neodímio.

 A cápsula, que se assemelha a um trem, pode atingir até mais de 5 mil km/h, mas por questões de segurança, está sendo projetada para chegar até a 1.200 km/h quando for lançada para fins comerciais. Como base de comparação, os trens de alta velocidade existentes hoje no mercado atingem entre 300 e 400 km/h. É justamente a levitação sobre os trilhos que permite que o trem atinja velocidades tão altas, pois não há qualquer atrito que limite sua movimentação.

O projeto de transporte de alta velocidade mais promissor é o Hyperloop, que é considerado uma evolução dos trens-bala do Japão. A ideia do Hyperloop surgiu do bilionário Elon Musk e está sendo desenvolvido através de uma parceria entre as equipes da Tesla e SpaceX, desde 2013, quando seu conceito foi oficialmente publicado. Musk acredita que, quando concretizado, o Hyperloop se tornará o quinto meio de transporte do mundo, complementando o sistema rodoviário, ferroviário, aquático e aéreo.

Uma vez instalado no Brasil, por exemplo, o trem seria capaz de fazer o trajeto São Paulo – Campinas em 6 minutos, Rio – São Paulo em 20 minutos e São Paulo – Brasília em menos de 60 minutos. Suas viagens podem ser duas vezes mais rápidas que um avião comercial.

A tecnologia foi patenteada por Musk e lançada como um design de código aberto. Desde seu lançamento, várias empresas iniciaram seu desenvolvimento para torná-lo realidade. Até 2019, a velocidade máxima do Hyperloop era de “apenas” 463 km/h.

Para incentivar pesquisadores a acelerar seu o desenvolvimento a SpaceX criou uma competição anual onde as empresas têm a oportunidade de competir entre si e bater os recordes dos anos anteriores.

Uma dessas empresas, a Virgin Hyperloop, saiu na frente dessa corrida ao realizar este ano o primeiro teste de transporte com passageiros. Transportar passageiros a uma velocidade tão alta é um desafio, pois a alta velocidade pode causar tonturas e náuseas. A ideia é que a tecnologia seja adaptada até o ponto da sensação ser a mesma de andar de avião.

Os dois passageiros do teste, executivos da Virgin, descreveram a viagem como tranquila e confortável. O teste realizado no estado americano de Nevada durou segundos e a velocidade máxima atingida pela cápsula foi de 172 km/h, ainda distante dos 1.200 km/h que pode atingir. A previsão da Virgin é registrar o Hyperloop em 2025 para começar a realizar viagens comerciais em 2030.

Visto por muitos como ficção científica, o transporte de alta velocidade já é uma realidade e a prova da importância dos ímãs de neodímio em nossas vidas. O seu projeto também pode se tornar uma realidade e nossos especialistas podem ajudá-lo com isso!

Tesla Ímãs
A Tesla Ímãs é uma das principais distribuidoras desse produto no Brasil. Ao comprar ímãs de neodímio com a empresa, você terá a certeza de adquirir um produto de qualidade, com um preço bastante competitivo e com prazos de entrega confiáveis
× Enviar WhatsApp